Notícias

Ver notícia

Os autores dos projetos premiados têm entre 16 e 18 anos e são estudantes do Ensino Médio de escolas públicas. Vivem em Teresina (PI), Matão (SP) e na Região dos Lagos (RJ) e, apesar das diferenças, enfrentam um desafio comum: a necessidade de melhorar suas comunidades por meio do saneamento. Este foi o foco das ideias desenvolvidas por eles e premiadas na etapa nacional da 4ª edição do Pioneiros, em evento presencial realizado em 17 de março, em São Paulo. Conduzido pela equipe de Responsabilidade Social do Instituto Aegea, da qual a Águas de Matão faz parte, contou com a presença de vários executivos, diretores da companhia e das unidades com projetos vencedores.
O prêmio incluiu uma experiência cultural na capital paulista. Importante dizer que a maioria dos jovens saiu de suas cidades pela primeira vez. Os jovens, alguns acompanhados pelos pais, conheceram locais que têm conexão com os compromissos de gênero e raça da Aegea, como o Museu Afro Brasil, no Parque do Ibirapuera. Além de visitarem outros locais icônicos da cultura paulistana, assistiram a palestra inspiradora da 1 MiO – a iniciativa Um Milhão de Oportunidades, a maior articulação do Brasil pela inclusão produtiva. Felipe Gonçalez, da Unicef, contou sobre sua trajetória de vida, desde a favela de Heliópolis, até sua formação em Tecnologia para a Educação, no MIT.
“Foi uma palestra inspiradora para os jovens, com o objetivo de mostrar que eles podem acreditar em suas potencialidades e conquistas de sonhos, onde não se temer diante dos obstáculos que a vida pode impor”, disse a analista de Responsabilidade Social da Aegea, Fernanda dos Santos Martins.

INOVAÇÃO QUE IMPACTA A VIDA DAS PESSOAS

Ajudar a melhorar tanto a vida das pessoas quanto a qualidade do meio ambiente. Assim o matonense Jean Vitor Miquelino explica o projeto vencedor da Águas de Matão. “Desenvolvemos o DAMA, o Dispositivo de Auto Medição de Água, que pode ser conectado e de qualquer lugar do mundo a pessoa terá acesso aos dados. Com os indicadores, é possível reduzir o consumo, as perdas e ter um planejamento de todo o sistema”, explica.

Para Erick Levy Balieiro Silva, o outro autor do projeto, o sentimento é o de ter feito algo importante. “Temos que deixar uma marca no mundo, essa é a minha meta, além de ter colaborado para o nosso planeta terra com uma proposta que pode reduzir as perdas de água, um problema tão sério em nosso país, entre outras possibilidades, nosso objetivo maior é criar melhorias para todos”, afirma.

“Cuidar das pessoas é parte do nosso negócio, não escolhemos a quem levamos saneamento – estamos nas cidades para levar os nossos serviços para todos”, disse a diretora-presidente da Águas de Matão, Silvia Letícia Tesseroli. “Trazer a comunidade para participar da premiação é muito importante, porque não se faz saneamento sozinho. Nada melhor do que trazer os jovens para pensar o futuro e nos ajudar a inovar cada vez mais, agora, pois tem apenas 54% do país com coleta de esgoto. Não tem como pensar em universalização sem a criatividade dos jovens, vamos plantando sementinhas nas escolas, permeando pela sociedade qual a importância dos serviços tanto para o meio ambiente quanto para as pessoas”, comenta Silvia.

Camila Aré, José Sergio, Erick, Jean, Junior, Silvia Tesseroli e Gabriel Bertolo

 

APOIO DOS PAIS

Alguns pais acompanharam os filhos na agenda da premiação e deixaram transparecer orgulho pelas conquistas dos filhos. “Busco educar pelo exemplo e sempre disse ao meu filho que estudando ele conseguiria os objetivos. Hoje, Erick se destaca, já entrando no mercado profissional, apesar da pouca idade que tem”, disse o pai, José Sérgio Balieiro Silva. O estudante Jean Vitor Miguelino tem deficiência visual. O pai dele, Junior Miquelino, contou emocionado que quando o filho tinha cinco anos, o médico disse que ele nunca conseguiria dirigir um carro, uma moto, mas se estudasse, iria longe. “Nós nunca deixamos de incentivar, apesar das dificuldades, e ele sempre buscou o melhor para ele. Agradeço à Aegea por esse reconhecimento o levará ainda mais longe”, disse.

PIONEIROS

O projeto acontece desde 2019 e foi criado com o objetivo de estimular o pensamento inovador de estudantes do Ensino Médio sobre sustentabilidade, saneamento e perspectiva profissional. Após conhecer como funciona a operação de saneamento de sua cidade, os jovens protagonizam projetos que podem contribuir para a melhora da qualidade de vida de sua comunidade.

 

Compartilhar:

Veja Também

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Matão é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Matão.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.