Notícias

Ver notícia

De janeiro a junho deste ano, mais de 4 bilhões de litros de esgoto in natura deixaram de ser descartados no meio ambiente, sem tratamento, em Matão. Os números obtidos no município demonstram a relevância do trabalho realizado pela concessionária Águas de Matão, que contribui diretamente com a inserção da cidade em um patamar de destaque frente ao panorama do setor. O resultado apresentado em Matão vai na contramão do cenário nacional, segundo o “Esgotômetro”, plataforma que apresenta os índices registrados diariamente no país, lançada na última semana pelo Instituto Trata Brasil.

Segundo a ferramenta, do início do ano até o momento, o Brasil registrou o índice alarmante do equivalente a mais de 1,19 milhão de piscinas olímpicas com esgoto descartado sem tratamento na natureza. Caminhando no sentido oposto, com os recursos financeiros, a estrutura tecnológica e o atendimento implantados em Matão, foram tratados o equivalente a 1.200 piscinas olímpicas, cada uma com 2,5 milhões de litros de efluente, no período analisado.

Esses investimentos refletem diretamente na qualidade de vida da população, que passa a viver em um ambiente mais saudável e saneado. Para se ter uma ideia dos benefícios, no período de 2016 a 2020, o número de internações causadas por doenças relacionadas à falta de saneamento, como diarreia, teve redução de 76%, de acordo com os dados do Datasus, do Ministério da Saúde. Além da área da saúde, educação, valorização imobiliária, emprego e renda são outros setores favorecidos pelos avanços proporcionados pelo saneamento.

“Os indicativos registrados em Matão são dignos de comemoração, pois atestam que os recursos empregados no município são efetivos e agregam benefícios nas esferas ambiental e de desenvolvimento social. O matonense pode se sentir privilegiado em estar inserido em um cenário diferenciado, que serve de vitrine para outros municípios que ainda estão longe desta realidade”, afirma de diretora-presidente da Águas de Matão, Silvia Leticia Tesseroli.

ESGOTÔMETRO

Inspirado no impostômetro, o ‘Esgotômetro’ é uma ferramenta lançada pelo Instituto Trata Brasil, que tem o intuito de dar mais visibilidade à precariedade dos serviços de saneamento no país. No Brasil, são despejados na natureza, diariamente, o equivalente a 5,3 mil piscinas olímpicas de esgoto sem tratamento – o Esgotômetro faz esse cálculo diário desde 1º de janeiro de 2021. Até agora, o país já despejou mais de 1,19 milhão de piscinas olímpicas com esgoto sem tratamento na natureza e o número segue aumentando. Para se ter uma ideia, de todo o esgoto gerado no país, estima-se que somente 46% seja tratado.

Para o presidente-executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos, as informações sobre saneamento básico são o grande motor da instituição para cumprir com o objetivo, que é de conscientizar e mobilizar a sociedade brasileira. “O acesso à informação pode transformar uma sociedade, entendemos que quanto mais se conhece sobre a realidade do saneamento básico no Brasil, mais temos base para cobrar os responsáveis. O esgotômetro, por exemplo, é uma ferramenta que ilustra o tamanho do desafio que temos, quando estamos simplesmente destruindo a natureza com lançamento de esgoto sem tratamento todos os dias”, diz Édison.

O Esgotômetro pode ser acessado na página principal do site www.tratabrasil.org.br .

 

Compartilhar:

Veja Também

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas de Matão trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento em Matão.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Matão e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Matão oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.