Notícias

Ver notícia

Este ano sob o tema ‘Minha saúde, meu direito’, data é comemorada em 07 de abril

O Dia Mundial da Saúde, comemorado em 07 de abril, foi criado para conscientizar a população a respeito da qualidade de vida e dos diferentes fatores que afetam a saúde populacional. A data foi estabelecida para coincidir com a da fundação da Organização Mundial de Saúde, em 1950.

Este ano, o tema escolhido é ‘Minha Saúde, meu direito’. A saúde é um direito de todos, assim como o acesso ao saneamento básico. Por isso as áreas estão intimamente ligadas – a coleta e o tratamento de esgoto são essenciais, pois representam promoção de saúde pública e manutenção de recursos naturais, entre eles os corpos hídricos, onde é captada a água para abastecimento público.

Os benefícios para a sociedade com a universalização dos serviços de saneamento são muitos, em especial, a diminuição dos casos de doenças de veiculação hídrica que provocam internações por doenças como diarreia, cólera e leptospirose e, consequentemente, redução dos gastos com a saúde.

SANEAMENTO E SAÚDE

Saneamento é tudo aquilo que pode melhorar ou afetar a qualidade de vida das pessoas, ou seja, é muito mais do que água potável, destino do lixo ou esgoto. É o controle de alimentos, controle de vetores, limpeza urbana, medicina preventiva, entre outros itens.

O saneamento faz uma barreira sanitária entre o indivíduo e o meio ambiente e um bom exemplo é o simples ato de lavar as mãos ou a limpeza de uma caixa d’agua. São atos e ações que protegem pessoas e consequentemente o meio ambiente.

Água limpa e potável é sem dúvida um dos fatores mais importantes. As doenças originárias da falta de água limpa ou de saneamento básico são muitas: gastroenterite, diarreia, desinteria bacteriana, cólera, hepatite A, verminoses, arboviroses, leptospirose, febre tifoide, entre muitas outras. A mortalidade infantil também está relacionada à questão sanitária e à falta de uma infraestrutura adequada.

Se fossemos enumerar as doenças, a primeira da lista seria a diarreia. Só para se ter uma ideia, 88% das mortes por diarreia no planeta são causadas pelas precárias condições de saneamento. Outra doença grave é o rotavírus, que registra 40% das internações de crianças de até 5 anos.

Quando se investe em saneamento básico, o retorno aparece na área da saúde. A cada real investido em saneamento, o setor público economiza R$ 4 em medicina curativa. Mas esse número é relativo, porque esse investimento muda conforme cada bairro da cidade. Se esse mesmo real for investido em bairros periféricos, a economia será bem maior, cerca de R$ 6 a R$ 8 na medicina curativa.

Um estudo elaborado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) mostra que aproximadamente 65% das internações hospitalares de crianças de até dez anos são decorrentes de problemas relacionados à falta de saneamento básico, como a dificuldade do acesso à água tratada e aos serviços de coleta e tratamento de esgoto.

Mas os ganhos vão além da saúde, pois pessoas mais saudáveis têm aproveitamento melhor na escola e no trabalho. Na sala de aula, por exemplo, menores que vivem onde não há saneamento apresentam 18% a menos no rendimento e a reprovação de quem tem acesso às estruturas adequadas é 44,2% menor do que aqueles que não têm acesso. Estes dados fazem parte da pesquisa desenvolvida pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Tudo isso também reflete nos cofres públicos. Ainda segundo o BNDES, a falta de saneamento gera relevantes custos sociais em razão dos montantes gastos com o tratamento de doenças infecciosas e parasitárias, e também dos custos relativos à falta de pessoas ao trabalho, a perda de produtividade e a degradação do meio ambiente, por exemplo.

SER SAUDÁVEL

Um dos grandes desafios para manter-se saudável – e que melhora nossa qualidade de vida – é encontrar o equilíbrio entre a vida física, mental e social. A seguir, alguns pontos essenciais para mantermos nossa saúde:

– Adicione à sua rotina atividades que te dão prazer;

– Alimente-se de maneira saudável, com menos açúcares, sal e gordura;

– Beba muita água;

– Durma bem;

– Evite atividades que te causem estresse;

– Lave sempre as mãos;

– Mantenha suas amizades e tratar bem as pessoas que estão a sua volta;

– Não compare o seu padrão de vida com o de outras pessoas;

– Não fume e restrinja o consumo de bebidas alcoólicas;

– Pratique atividades físicas;

– Seja positivo diante dos acontecimentos do dia a dia;

– Tenha controle financeiro;

– Utilize medicamentos apenas com recomendação médica.

QUEM SOMOS

Águas de Matão

A Águas de Matão é uma empresa da Aegea Saneamento, líder no setor privado no Brasil. A empresa iniciou suas atividades em fevereiro de 2014 com o desafio de garantir a regularidade do abastecimento, reduzir os índices de perdas e melhorar a qualidade da água que chega à casa do matonense.

Saiba mais em www.aguasdematao.com.br

Aegea

Criada em 2010, a Aegea é líder no setor privado de saneamento básico no Brasil. Em cada município onde atua leva mais saúde e qualidade de vida para a população, respeitando sempre o meio ambiente e a cultura local. Hoje são mais de 31 milhões de pessoas atendidas em 505 cidades de 14 estados, de norte a sul do Brasil.

Saiba mais em https://www.aegea.com.br

Compartilhar:

Veja Também

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Matão é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Matão.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Legislação e Tarifas Saiba mais
Legislação e Tarifas

Os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário implicam em custos e investimentos permanentes.

Contato Saiba mais
Contato

A Águas de Matão oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.