Notícias

Ver notícia

A Águas de Matão alerta seus clientes a procurarem a concessionária para negociar eventuais débitos e evitar, assim, a interrupção do fornecimento de água em sua residência. A média mensal de cortes em 2016 ficou em 647.

 

O diretor executivo da Águas de Matão, Marcos de Araújo, reitera que o abastecimento de um cliente só é interrompido por falta de pagamento após o cumprimento de várias de medidas, que incluem desde a notificação do débito até o esgotamento de todas as possibilidades de negociação.

 

“Não suspendemos o abastecimento de água de nenhum cliente que nos procure para negociar. Nossas atendentes estão orientadas a buscar o melhor parcelamento de acordo com as condições financeiras do cliente e, inclusive, a programar a data de pagamento também respeitando essas condições. O maior problema é que muitos clientes só nos procuram depois que o corte já foi efetuado”, afirma.

 

Diante de uma situação de inadimplência, a primeira medida adotada pela concessionária é o envio de uma notificação de débito ao cliente, impressa na própria conta de água do mês corrente.

 

“Por isso, é muito importante as pessoas olharem atentamente suas contas. Alguns clientes afirmam, na hora do corte, que não receberam nenhuma notificação, o que não é possível, tendo em vista que o aviso é impresso sempre no mesmo papel da conta de água. Por isso, é preciso ficar atento e procurar nossa Loja de Atendimento assim que receber a conta com a notificação de débito”, explica o diretor.

 

A partir da data da notificação, o cliente tem até 30 dias para procurar a Loja de Atendimento da concessionária e negociar sua dívida. Caso isso não ocorra, cumpridos os 30 dias, o corte pode ser efetuado a qualquer momento, conforme determina o Regulamento de Serviços, que norteia todas as ações da Águas de Matão, e a Lei Federal 11445. O diretor da Águas de Matão enfatiza, entretanto, que a concessionária não interrompe o fornecimento de água às sextas-feiras ou em véspera de feriado, o que também está previsto em lei.

 

Após o corte – Após a interrupção do fornecimento de água por falta de pagamento, o cliente precisa cumprir algumas medidas para que o abastecimento seja restabelecido. As principais delas são efetuar o pagamento integral ou o parcelamento da dívida, recolher a taxa de religação, com valor de R$ 48,22 e, principalmente, apresentar pessoalmente ou por email o comprovante de pagamento. O sistema não atualiza automaticamente essa informação, ou seja, se o cliente não apresentar o comprovante imediatamente após o pagamento a empresa não tem como proceder a religação.

 

Após a conclusão desses procedimentos, a concessionária tem, conforme previsto no Regulamento dos Serviços, até 24 horas para reestabelecer o abastecimento de água no imóvel. Mas na maioria dos casos a religação ocorre logo após a apresentação dos comprovantes.

 

“Fazemos esse alerta novamente para que os clientes evitem chegar nessa situação, porque oferecemos várias possibilidades de acordo, incluindo desde o parcelamento até a inclusão na Tarifa Social”, conclui o diretor.

Compartilhar:

Veja Também

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Águas de Matão é responsável pelos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto de Matão.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas de Matão trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento em Matão.