Notícias

Ver notícia

Um dos maiores orgulhos dos colaboradores da concessionária Águas de Matão é saber que o trabalho que executam muda a vida das pessoas, leva saúde e dignidade à população, contribui inclusive para o desenvolvimento do município. E levar água potável às torneiras do matonense não é uma tarefa simples, principalmente quando levamos em conta que ela é retirada de uma profundidade que pode chegar a 1.000 metros, uma vez que Matão é abastecida por águas subterrâneas provenientes do Aquífero Guarani, a segunda maior reserva de água doce subterrânea do mundo.

Com tecnologia de ponta e profissionais especializados, a concessionária Águas de Matão é quem traz à superfície toda a água que abastece a cidade, por meio de 28 poços. “Levar água potável aos moradores de uma cidade é um processo bastante complexo, que depende de grandes investimentos”, afirma o coordenador de Operações e Serviços da Águas de Matão, Robson Moreira. Além disso, esse é um trabalho que necessita de comprometimento, já que da água potável depende a saúde da população. “Por isso, a água distribuída pela Águas de Matão passa por rígido controle de qualidade e potabilidade. São testes diários de controle de uma série de fatores que precisam estar dentro dos padrões regidos por Legislação específica”, observa Robson.

Você sabia que mais de 70% do corpo humano é composto por água? Pois é, a água ajuda a hidratar, a levar os nutrientes – como oxigênio e sais minerais até as células, além de expulsar as substâncias tóxicas do corpo por meio do suor e da urina. Animais, plantas e outros seres vivos utilizam essa substância por meio da ingestão ou ainda absorção. Por ser um bem valioso, a água potável merece atenção de cada um de nós. “Cada pessoa deve ser responsável pelo uso consciente e por não poluir nenhum corpo hídrico. Fazer a nossa parte é garantir qualidade de vida para a nossa geração e para as gerações futuras”, comenta Robson.

E de que maneira podemos fazer a nossa parte, além de evitar o desperdício da água?

Recicle. Recicle todos os materiais que puder. “Dessa forma, eliminamos um grave problema no Brasil que envolve o lixo”, diz Robson. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, no Brasil havia aproximadamente 3.200 lixões; em 2022, mais de 800 foram fechados, mesmo assim, o número ainda é grande. Quanto mais lixo, maior o risco de contaminação do solo. “Por isso, a preservação da água passa pela gestão adequada dos resíduos sólidos”, afirma.

Mantenha as matas ciliares. Como o próprio nome sugere, a mata ciliar funciona como cílios, que protegem os cursos d’água, evitando a erosão, a degradação e a contaminação da água. “O manejo adequado de florestas e matas também preserva a nossa água”, finaliza o coordenador

 

Compartilhar:

Veja Também

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Águas de Matão e saiba mais sobre abastecimento, obras, programas e projetos.

Água Saiba mais
Água

Antes de chegar às torneiras, a água percorre um longo caminho pelo sistema de abastecimento da Águas de Matão.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Águas de Matão trabalha 24h por dia para ampliar e melhorar o saneamento em Matão.

Política de Sustentabilidade Saiba mais
Política de Sustentabilidade

Respeito ao meio ambiente e as pessoas, contribuindo para qualidade de vida e saúde da população onde atuamos.