O Dia da Mulher foi especial para as colaboradoras da Águas de Matão. Antes de iniciar o expediente, todas as mulheres da empresa participaram de uma oficina de turbantes, ministrada por Pepy Typer, coordenadora do Centro de Artes e Esporte Unificado da Prefeitura de Matão. Entre faixas coloridas, coques e muita conversa, as funcionárias tiveram contato com a cultura afro-brasileira e descobriram que, mais do que um bonito visual, o turbante é uma indumentária que sobrevive como símbolo da cultura, religião e da resistência dos negros no Brasil.

O RH da empresa todos os anos presta homenagem às mulheres nesta data, mas este ano, integrado ao Programa de Diversidade e Igualdade Racial da Aegea – Respeito dá o tom, se destacou por trabalhar a temática das diferenças culturais, resgatando história e despertando o debate e a reflexão sobre a apropriação cultural.

De uma forma descontraída e bem-humorada, mulheres de cabelos curtos, longos, loiros, pretos, lisos e crespos vivenciaram momentos de aprendizado e descobriram que o poder das “mulheres que levantam outras mulheres” não está expresso no tom de pele, mas no respeito que cada um tem pelo outro ser humano, independente de gênero, raça e cor.

Share Button