Em três anos de implantação, a Águas de Matão reuniu mais de 400 líderes comunitários e representantes de diversos setores da sociedade, por meio do programa Afluentes, para conhecer e esclarecer dúvidas sobre o sistema de saneamento básico da cidade. Com o objetivo de estreitar a comunicação entre a empresa e as lideranças, o programa é desenvolvido na sede da concessionária e também nas associações representativas.

 

Lançado em junho de 2014,  primeiro ano da concessão dos serviços de água e esgoto, o Afluentes já recebeu representantes da Associação dos Aposentados, Sindicatos do Comércio, Motoristas e dos Servidores Municipais, bem como assessores parlamentares da Câmara Municipal de Matão.

 

O programa também envolveu conselheiros tutelares, moradores do distrito de São Lourenço do Turvo e do bairro rural de Silvânia, assim como representantes dos três conjuntos habitacionais da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano) em Matão e moradores atendidos pelos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) do Jardim Paraíso e Portal Terra da Saudade.

 

Entre os principais diferenciais do programa estão a integração entre a empresa e a comunidade e, sobretudo, a criação de um amplo espaço de debate sobre os serviços de água e esgoto; a modernização gerada com a implantação do Centro de Controle de Operações (CCO); investimentos já realizados pela concessionária e obras ainda a serem executadas ao longo do contrato. Outra contribuição importante é o esclarecimento sobre as diferenças entre os modelos de privatização e de concessão.

 

“O programa cumpre um papel fundamental no esclarecimento e conscientização dos cidadãos matonenses”, conclui o supervisor de Projetos Socioambientais da Águas de Matão, Paulo Guerreiro.

Share Button